Alexandre Baumgratz filia-se ao PSD

A recente exoneração da Faema pegou todos de surpresa, inclusive ele, então filiado no PP. Nem o reconhecimento ao seu trabalho na fundação que cuida do meio ambiente bastou na hora que seu partido – leia-se o vereador Almir Vieira, candidato a deputado estadual – pediu sua cabeça, solicitação prontamente aceita pelo prefeito Mário Hildebrandt (PSB).

Com mais de vinte anos de filiação no PP, anunciou hoje sua ida para o PSD. Disse que foi por ser amigo de longa data com o deputado estadual Jean Kuhlmann e com o vereador Alexandre Caminha.

“Foi um absurdo o que fizeram comigo”, afirma, referindo-se ao seu partido, para emendar “eu não concordava com o modus operandi”, sem detalhar sobre o que falava.

Está motivado no novo partido. “Gosto de política, quero fazer um trabalho sério”, garantido que não tem pretensão eleitoral. Diz que junto, levou para o PSD cerca de cinco pessoas de seu núcleo político.

Em breve estará na Rádio Clube, fazendo um programa no período da tarde uma vez por semana.

2 Comentário

  1. Vinha fazendo um bom trabalho na Faema, provavelmente ” o modos operandi ” de quem pediu sua cabeça é bem duvidoso, histórico não falta.

  2. Trocar de partido e cueca é a mesma coisa na política brasileira .

Deixe uma resposta