João Paulo Kleinübing reforça o time pró-impeachment

Blumenau agora volta a ter dois representantes na Câmara dos Deputados, em trincheiras opostas. Enquanto Décio Lima (PT) participa ativamente de um comitê para defender o Governo, João Paulo Kleinübing deixa a secretaria estadual da Saúde para ser mais um voto pelo afastamento da presidente Dilma Rousseff.

Deixou a secretaria nesta sexta-feira, 1º de abril. Em seu lugar fica o adjunto, o médico Maurício Capella. Apesar do PSD nacional ainda permanecer no Governo Federal e do governador Raimundo Colombo estar em cima do muro, os representantes da sigla em Santa Catarina já bateram martelo pelo impeachment.

A ida dele para Brasília é cirúrgica. Além de garantir mais um voto, evita que a suplente Angela Albino (PCdoB) vote contra o afastamento.

João Paulo Kleinübing escreveu uma nota oficial de despedida da secretaria, que você lê na íntegra abaixo. Dá a entender que retorna assim que o processo político em Brasília for concluído.

Quando aceitei a missão de ser secretário de Estado da Saúde, missão que me honra e que encaro com enorme responsabilidade, deixei claro que não me furtaria das minhas responsabilidades como deputado federal eleito, representante do Vale do Itajaí, de Santa Catarina. 

Foi assim que agi nesse um ano e dois meses de mandato. Acompanhei prefeitos da minha região em ministérios, buscando e cobrando por recursos nas mais diversas áreas. Foi assim que agi ao assumir meu mandato para cadastrar minhas propostas de emendas ao Orçamento da União, beneficiando diversas cidades catarinenses.

Foto: divulgação PSD
Foto: divulgação PSD

E, mais uma vez, assim será nesse momento de tamanha importância para os rumos do nosso país. 

Assumo meu mandato a partir da próxima terça-feira (5) com a responsabilidade de representar minha região, meu Estado e todas as pessoas que foram às ruas pedir o afastamento da presidente Dilma Rousseff.

Assumo para, com minhas convicções, honrar meu mandato e a gente de Santa Catarina.

Espero que logo essa página de nossa história seja virada. Que o Brasil possa seguir em frente. Serão dias de muito trabalho na Câmara dos Deputados. 

Confio na equipe da Secretaria de Estado da Saúde, e na competência e experiência do doutor Murilo Capella, atual secretário adjunto, que assumirá a função de secretário até o meu retorno.

1 Comentário

  1. KKKKKKKK. Que moral tu tem cara pálida?O Raimundo esta na lista e,tu no tapetão. São tudo do mesmo saco podre da politica.

Deixe uma resposta