Bruno Cunha esclarece sua posição sobre isenção do IPTU para quem adotar animais de rua

O Informe Blumenau publicou a proposta do vereador Bruno Cunha (PSB) de isentar o IPTU para quem adotar animais abandonados, apresentada na tribuna da Câmara Municipal na sessão desta terça-feira, 21.

Nesta quarta-feira pela manhã ele conversou com o colega e amigo Jorge Theiss, na Rádio Nereu Ramos. E disse que a proposta não é isentar o tributo para qualquer contribuinte que adote um animal de rua e sim aqueles atendidos pelo Cepread, que são resgatados machucados, por conta de atropelamentos ou maus tratos.

Ou seja, não seriam todos os animais. Faço esta correção. Entendi errado a fala e acabei induzido pelo material da própria Câmara, que você confere aqui.

E foi isso que ele falou ao final do seu discurso na Tribuna e que o Informe não tinha percebido.  Está ao final do discurso.

Apesar de não concordar com a proposta, mesmo nestes termos, valorizo a proposta pela importância de debater o tema.

 

3 Comentário

  1. O nobre vereador poderia informar aos leitores do informe Blumenau qual o custo mensal aos cofres públicos que o CEPREAD gera , quantos comissionados atuam no CEPREAD e quantos animais são atendidos ?

    Quem adota um animal não o faz com interesses , faz por amor …

  2. Não tem assunto mais interessante para se preocupar do que isentar de impostos quem adotar um animal? E quem adotar uma criança fica liberado de que?

  3. Vai ter pessoas com falsa intenção em adotar e larga tempos depois o bichinho , somente para ganhar o desconto !
    Controle disto como será feito , contratação de uma equipe para isto é vão pagar com qual arrecadação?

Deixe uma resposta