“Barraco” no Procon de Blumenau

O coordenador do Procon de Blumenau, Cezar Cim,  e o vereador Ricardo Alba quase foram as “vias de fato” na manhã desta sexta-feira. Na verdade, pelo que apurei, mais Cezar Cim do que o Ricardo Alba.

Antes de nada. Conversei com os dois, que são do mesmo partido, o PP.

Cezar Cim disse que não aconteceu nada. Insisti, disse que tinha a informação, mas ele repetiu que nada teria acontecido.

Ricardo Alba confirmou o incidente, mas preferiu não pronunciar-se, pelo menos agora.

Mas como o bate-boca foi acompanhado por diversas pessoas e teve desdobramentos, indo parar inclusive no Gabinete do Prefeito, relato o que apurei.

O fato aconteceu no próprio Procon e foi acompanhado por funcionários do órgão, do SAMAE e da Área Azul, que trabalham no local.

O promotor aposentado teria ido para cima do vereador, que, supostamente, estaria investigando a presença de Cim no Procon, com a suspeita de que ele pouco apareceria no órgão para trabalhar. Teria chamado Alba de “pilantra”, “vagabundo”  e dito “vou quebrar sua cara” e só não houve agressão porque as pessoas que estavam no local impediram.

Foram dois momentos de discussão e o segundo teria sido gravado no celular de Ricardo Alba, que me disse estar visitando amigos que trabalham no local hoje pela manhã.

Depois da discussão, aí bastante transtornado, o vereador dirigiu-se ao terceiro andar da Prefeitura, onde tentou falar com Napoleão Bernardes (PSDB), que não estava. Foi recebido pelo Eder Boron e pelo Marco Antônio Wanrowsky e do lado de fora da sala ouvia o tom mais exaltado do vereador.

Conversei com Wanrowsky, que confirmou o encontro, mas claro, colocando panos quentes. Orientou Ricardo Alba a acalmar-se, o que parece ter acontecido. Mas Alba não desistiu da conversa com o prefeito.

A tarde, no Procon, o vereador Almir Vieira, vice-presidente da Câmara, e o presidente da URB. Michael Schneider, ambos do PP, foram conversar com Cezar Cim e o teor eu não sei.

Teremos próximos capítulos, mas pelas cenas já registradas, é possível dizer.

Que feio, hein?

3 Comentário

  1. Todos sabem que o CIM nunca está no PROCON, só deixa o carro e sai. Prova disso são os processos parados e muito atrasados. Eleesmo falou que só vai ficar até o fim do ano porque precisa pagar a campanha eleitoral, como perdeu precisa do salário pra pagar. Obrigado Alba por não acobertar um do mesmo partido.

  2. Olá, JK!

    Não gosto do termo “nunca”, pois TODAS as vezes (e foram várias) que fui ao PROCON encontrei o Dr. Cim por lá e muito sorridente, pois o PROCON de Blumenau é um dos mais atuantes do Brasil e, digo-lhe mais, é um dos poucos que conseguiu “poder de polícia”.

    Você sabe o que significa “poder de polícia”?

    A propósito, este “poder de polícia” foi conquistado no mandato do Alexandre Caminha.

    Se disserem uma INVERDADE a seu respeito, Sr. JK, o senhor não vai gostar, não é mesmo?

    Ou pimenta nos olhos dos outros é colírio para você?

    Alcino Carrancho

    (O Amigo da Verdade)

Deixe uma resposta