Transporte coletivo de Blumenau deve ter paralisações nesta terça-feira

Há dois anos, no dia 23 de janeiros, o prefeito Napoleão Bernardes (PSDB) decretou a caducidade do Consórcio Siga, rompendo o contrato com o pool de empresas formado pela Glória, Rodovel e Verde Vale.

Para marcar a data, o Sindetranscol está organizando algumas mobilizações para esta terça-feira, como reuniões nos terminais, o que deve gerar paralisações parciais. O sindicato não informa os horários, mas devem ser às 10 horas e no meio da tarde, para respeitar a determinação judicial que obriga manter a frota em 30% fora dos horários de pico.

No começo da manhã deve ter também uma  manifestação nas proximidades da Prefeitura.

O sindicato reforça que “dois anos se passaram e os mais de 1300 ex-trabalhadores(as) do SIGA seguem sem receber seus direitos trabalhistas”.

A convenção coletiva da categoria, cuja a data base é novembro, ainda está em aberto. Não houve acordo, nem mesmo com a intermediação da Justiça do Trabalho, que agora julgará o impasse.

Confira o release enviado pelo Sindetranscol.

Sindetranscol anuncia a retomada das mobilizações e protestos a partir desta terça-feira (23)

Na manhã do dia 23 de janeiro de 2016 o prefeito Napoleão Bernardes (PSDB) anunciava o rompimento do contrato de concessão do transporte coletivo com o Consórcio Siga, formado pelas empresas Glória, Rodovel e Verde Vale.

Ainda está bem vivo na memória todo o transtorno sofrido pelos usuários e trabalhadores do transporte coletivo de Blumenau, especialmente no ano 2015, quando ficou insustentável os atrasos de salários, vale-alimentação e demais obrigações trabalhistas que ocasionaram diversas paralisações e greves.

Dois anos se passaram e os mais de 1300 ex-trabalhadores(as) do SIGA seguem sem receber seus direitos trabalhistas, a passagem do ônibus subiu quatro vezes, a empresa “emergencial” tornou-se a concessionária “oficial” por 20 anos, veículos velhos circularam e ainda circulam pela cidade, terminais de pré-embarque estão abandonados, diversas reduções de horários e, para completar, os direitos dos trabalhadores do transporte coletivo voltam a estar ameaçados. A pergunta que fica é: MELHOROU PRA QUEM?

É com este sentimento que a diretoria do Sindetranscol informa os usuários e  população blumenauense que está retomando as mobilizações para a negociação da nossa Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2017/2018.

Não vamos e não podemos assistir calados a repetição do passado.

2 Comentário

  1. Antes culpavam o SIGA , agora culpam a prefeitura , a moeda tem quantos lados.

  2. Melhorou para os donos da Piracicabana…e talvez ……deixá pra lá…
    Só de comentar me da NAUSEAS…..
    MENOS 83 HORÁRIOS
    MAIS AUMENTO

Deixe uma resposta