TV Informe: novo executivo da Odebrecht Ambiental fala sobre obras em Blumenau

Em uma fase mais recente, a Odebrecht Ambiental, responsável pela implantação da rede de tratamento de esgoto em Blumenau, tem usado uma estratégia interessante para minimizar os impactos das obras  em determinadas regiões da cidade.  A empreiteira espera o momento de menor movimento nestas regiões, por conta das férias, para fazer os trabalhos. A partir da semana que vem estará com quatro frentes de trabalho em locais estratégicos, atuando no que chamam “combo de férias”.

Um dos gargalos está no Bom Retiro, um bairro já espremido, com apenas uma via principal de circulação.

O Informe Blumenau esteve na sede da unidade em Blumenau, conversando com Edi Bortoli, o novo gestor na cidade. Ele substituiu Cléber Renato da Silva, transferido para Mauá, no interior paulista.

Edi Bortoli fala da situação do saneamento aqui, das obras neste próximo período e responde a uma pergunta sobre a Operação Lava Jato. Cabe ao jornalista perguntar, mas assim como muitos outros, Edi é apenas mais um funcionário da Odebrecht Ambiental, um braço da Odebrecht.

Por uma questão operacional, os vídeos foram divididos em dois, que estão na íntegra. Confira:

 

 

 

1 Comentário

  1. A folha de São Paulo apresentou reportagem onde
    a justiça Equatoriana proibiu o governo de celebrar contratos
    com a Odebrecht em virtude de investigação de propinas
    as funcionários públicos no valor de US$ 33,5 Milhões .
    Esta construtora esta envolvida até o pescoço com na
    operação Lava jato, inclusive com várias pessoas presas .
    Será que somente em Blumenau esta tudo certo , será
    que só em Blumenau não houve propina , corrupção e
    todas as falcatruas que esta construtora esta envolvida
    a nível mundial ?

Deixe uma resposta