Tratamento de esgoto blumenauense passa a usar tecnologia japonesa

Foto: divulgação BRK Ambiental

Durante a próxima semana, inicia a operação de uma tecnologia japonesa na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Fortaleza. Técnicos da BRK Ambiental e da empresa detentora dessa inovação do Japão se reunirão para implantar a novidade, que tem o objetivo de promover a alta performance no processo de desaguamento de lodo, etapa responsável pela retirada de água do material gerado após o tratamento de esgoto. Hoje, são desaguados 360 mil litros de lodo diariamente, gerando 15 toneladas de lodo desaguado que é encaminhado ao aterro sanitário. Além de tornar o processo de descarte nos aterros sanitários mais ágil e colaborar para o controle de qualidade dos recursos naturais e meio ambiente, o novo equipamento ainda diminuirá a demanda energética e o uso de produtos químicos.

Algumas cidades brasileiras já trabalham com esse sistema, mas Blumenau será a única a utilizar o equipamento da empresa que desenvolveu a tecnologia. A ETE Fortaleza é a que concentra a maior parte dos resíduos gerados, tratando 110 litros de esgoto por segundo. Contudo, conforme o índice de coleta e tratamento aumentar, o uso dessa tecnologia pode se estender à outra ETE, localizada no Bairro Garcia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta