STF forma maioria a favor da tese que pode anular sentenças da Lava Jato

Foto: STF

O Supremo formou maioria em favor da tese que pode anular sentenças da Operação Lava Jato, afetando inclusive, o processo do ex-presidente Lula. As sentenças anuladas, seriam aquelas em que os réus foram ouvidos no mesmo prazo que os delatores.

Seis ministros votaram neste sentido: Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Gilmar Medes e Celso de Mello.

Votaram contra anular as condenações: Edson Fachin (relator), Luís Roberto Barroso e Luiz Fux.

O presidente da Corte, Dias Toffoli, sinalizou voto que acompanha a maioria, mas não o declarou. Toffoli suspendeu o julgamento e adiou para a próxima sessão, na quarta-feira, dia 2.

2 Comentário

  1. Mais uma vez, o Sistema Totalmente Falido vomitando injustiças!

    É a Palavra se cumprindo:

    “Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo!”
    Isaías 5:20.

Deixe uma resposta