Propaganda Eleitoral: Napoleão terá , sozinho, quase o mesmo tempo que os outros quatro candidatos juntos

Sabe o que significa a união de 12 partidos em Blumenau, entre eles o PSDB e o PMDB, dois dos três partidos com maior bancada na Câmara dos Deputados ?  Significa ter quase 50% do tempo total de propaganda eleitoral, na televisão e no rádio, para o pleito deste ano na cidade.

Foto: www.diariodolitoral.com.br
Foto: www.diariodolitoral.com.br

Do total de dois blocos de 10 minutos, a coligação em torno de Napoleão Bernardes terá 4 minutos e 47 segundos, praticamente a metade.

O critério de divisão do tempo é o seguinte:  90% é proporcional a soma dos deputados federais dos seis maiores partidos da coligação e os outros 10% (no caso 1 minuto), distribuídos entre todas as siglas.

O número pode variar um pouco, mas somente o PMDB emprestou 1 minuto e dois segundos para a aliança.  É o partido com o maior número de parlamentares na Câmara dos Deputados. O PSDB contribuiu com 58″. PP, DEM e PSB também tem bancadas importantes.

A aliança em torno de Jean Kuhlmann (PSD) terá 2 minutos e 35 de exposição.

O PT, segundo partido com mais deputados, terá 1 minuto e 28 segundos.

Já Arnaldo Zimmermann (PCdoB) e Ivan Naatz (PDT) terão que adotar a tática “a la Enéas“, o folclórico candidato a presidente, que virou deputado com uma votação estrondosa nas décadas de 1990 e 2000.

Terão 35 e 33 segundos , respectivamente, para apresentarem suas propostas eleitorais.

A divisão vale também para a quantidade de comerciais a serem distribuídos nas programações das emissoras.

Propaganda eleitoral no rádio e na TV é decisiva? Não, mas é muito importante.

Entendo que Arnaldo e Naatz começam com um prejuízo tremendo.

O PT terá um desafio e tanto, mas talvez o tempo tenha sido adequado à capacidade financeira do partido em Blumenau.

Já na relação entre as duas maiores coligações, entendo ser uma diferença significativa, quase dois minutos a menos para Kuhlmann, mas com menos impacto de ordem prática.  Em dois minutos e 35 dá para passar uma mensagem que cole no eleitor.

Mas é inegável que com quase 50% do tempo total, o comunicador Napoleão terá a chance de fazer bastante propaganda de sua administração e defender ou prevenir eventuais ataques dos adversários.

Em 2012, o tucano tinha o menor tempo de propaganda eleitoral. Ganhou de Kuhlmann, com o maior.

Cada eleição, é uma eleição.

A propaganda eleitoral começa dia 26. Na rádio, será transmitida das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10. Na televisão, os candidatos vão apresentar suas propostas das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40.

7 Comentário

  1. Davi contra Golias.

    PDT vai enfrentar.

    Napoleão vai mostrar uma Blumenau que só existe nos filmes de Steven Spielberg e George Lucas.

    Porém a realidade está mais para contos de Stephen King .

    Vamos aguardar o julgamento popular.

    Alia jacta est.

  2. Esta errado, o tempo deveria ser igual para todos , independente de coligações.
    As coligações servem para duas coisas, tempo de TV e se eleito, loteamento das prefeituras . É necessário alteração nas leis que regem as campanhas , precisamos
    mudar o que esta errado a anos . Onde estão os políticos que se dizem sérios para
    iniciar as mudanças ?

  3. Pra mim Napoleão vai mostrar muita coisa, quem faz que não vê, verá, e digo mais. Se fosse prefeito alguns dos nomes que estão ai, acho que teria quebrado a cidade. Ou já se esqueceram de certos fatos não muito distante!

  4. As menções de apoio a este ou aquele candidato são infrutíferas , pois não sabemos se vem de pessoas sem vinculo partidário ou de pessoas que possuem cargos comissionados e que se utilizam da máquina pública .

  5. Escolha certa?
    O cara não fez nada em 4 anos!
    Tá achando que o povo é otário?

  6. Só com uma reforma política para reverter este quadro!!
    Os partidos de esquerda tiveram 13 anos para o fazerem e também se omitiram!!! Então não há o que reclamarem!!!

Deixe uma resposta