Justiça Eleitoral suspende programa de Ivan Naatz

Faltará programa eleitoral para a campanha de Ivan Naatz (PDT) atender a determinação da Justiça Eleitoral. Atendendo uma solicitação da campanha de Napoleão Bernardes (PSDB), a juíza Quitéria Tamanini Vieira Péres tirou 48″ do programa de TV do pedetista. Ela entendeu (e está claro isso) que a propaganda usou trucagem/montagem, com objetivo de “ridicularizar” Napoleão e também Jean Kuhlmann (PSD), que também aparece.

Já escrevi antes. A lei é clara, não é permitida a utilização de efeitos especiais, montagem, trucagem ou coisa do tipo. Mas entendo que a critica, neste vídeo específico, é válida e até verdadeira.

Com isso, provavelmente não teremos programa do Ivan Naatz no bloco das 13 horas desta terça-feira. Pelo que entendi na sentença, os outros 15″ serão retirados das inserções na programação. Mas não haverá direito de resposta, apenas a penalização do candidato.

Quer conferir o vídeo, veja aqui:

3 Comentário

  1. Piada…os que fazem a lei, são impedidos por ela. Por isso precisamos ver em quem votamos, a maioria não conhece as leis. pois se esses legisladores dão tiro no próprio pé onde dói, imagina no dos outros; que é que é refresco…

  2. O candidato do PSDB e seu vice sequer respeitam as leis municipais sobre placas e outdors…imeginem as demais leis .

  3. Alexandre, terias um levantamento de quantas notificações/multas cada candidato teve nessa campanha?

Deixe uma resposta