FURB anuncia cancelamento do Festival de Teatro Universitário de Blumenau

Foto: Marco Vasquez / Divulgação do Espetáculo UZ

A Reitoria da  Universidade Regional de Blumenau anunciou o cancelamento da 32ª Edição do Festival Internacional de Teatro Universitário de Blumenau, programado para o período de 04 a 11 de julho deste ano.

Segundo a nota oficial, “apesar de todos os esforços, ainda não foi possível receber os recursos/apoios que possibilitem a realização do FITUB dentro deste prazo.” Diz ainda que “nossa expectativa é de que, em breve, possamos alcançar os recursos que nos levem à realização do FITUB. Para tanto, informamos que estamos abertos a propostas de apoios e patrocínios para que, em parcerias com empresas e outras instituições, possamos realizar este evento que há mais de 30 anos possibilita o pensar do fazer teatral a partir do cenário estudantil, possibilitando a formação, a pesquisa e o fruir do teatro”.

É uma pena.

4 Comentário

  1. Pouco tempo que passei em Blumenau aguentei pois ainda acontecia esse festival,agora que nem isso tem pretendo não voltar mais pra essa cidade! Que lástima,que descaso com a cultura!

  2. Enquanto isso vemos Timbó realizando belíssimo festival de dança!!

    Bem como as cidades menores no entorno realizando outros grandes eventos. Aqui permanece no berço esplêndido da Oktober (e outras do campo etílico)!

    Cultura pra que?!!
    Vai que através da cultura as pessoas compreendam a humanidade!!

  3. A cultura e o esporte devem ser financiados por seus idealizadores e colocados no mercado como todo cidadão comum faz quando vende um produto ou serviço no setor privado!! Se o produto for bom vai ter êxito econômico!!
    O dinheiro público deve ser investido em Saúde, educação, segurança e obras de infraestrutura, pois somos um país onde mais da metade da população não tem nem sequer acesso a um saneamento básico de qualidade!!!

  4. Sr Jefferson, seu raciocínio vai ao oposto do que se faz pelo mundo: a cultura é fomentada pelo poder público em quase todos os países ocidentais. Essa visão mercantilista e reducionista empobrece nossa sociedade. Você não vislumbra os benefícios de uma sociedade com cultura incentivada? Pensar em cultura apenas sob a ótica do “exito econômico” já denuncia que esse desmonte cultural existente no Vale do Itajai já fez mais uma vítima: você mesmo.

Deixe uma resposta