Exame confirma morte de moradora de Gaspar por Febre Amarela

A suspeita foi confirmada.

A moradora de Gaspar, de 57 anos, que passou a virada do ano na cidade paulista de Mairiporã, morreu mesmo de Febre Amarela. A confirmação veio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina, através do diagnóstico laboratorial da Fundação Oswaldo Cruz do Paraná (Fiocruz/PR), que é o laboratório de referência para SC.

Ela morreu no dia 17, no Hospital Santa Isabel, depois dar entrada no hospital de Gaspar. É o primeiro caso importado de febre amarela em um residente do estado.

As autoridades insistem que não há preocupação, pois o Vale do Itajaí não está mapa da doença. Por isso as pessoas não precisam procurar a dose da vacina.  Apenas quem for se deslocar para áreas com recomendação de vacina e principalmente os que estão com transmissão ativa da doença (municípios de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia), devem se vacinar pelo menos 10 dias antes da viagem.

Até segunda-feira, 22, foram notificados 7 casos suspeitos em Santa Catarina e agora a primeira confirmação.

1 Comentário

Deixe uma resposta