Democracia em Vertigem é indicado ao Oscar de melhor documentário

Imagem: reprodução

O polêmico documentário dirigido por Petra Costa e distribuído pela Netflix, Democracia em Vertigem, foi indicado ao Oscar 2020 de melhor documentário. O filme concorre com Indústria Americana, The Cave, For Sama e Honeyland. O anúncio das indicações foi feito na manhã dessa segunda-feira, 13.

Democracia em Vertigem trás um retrato do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), em 2016. A partir de um ponto de vista pessoal, o documentário mistura a história familiar da Petra Costa com a trajetória política do país.

A história do documentário começa no primeiro mandato do ex-presidente Lula (PT).

O filme teve estreia no Festival de Sundance, em janeiro de 2019, e chamou atenção da crítica e imprensa especializada pelo circuito de festivais nos quais foi exibido. O documentário já vinha surgindo como nome forte nas premiações. Ele foi indicado ao Critics’ Choice Documentary Awards, ao Gotham Awards e ao IDA Documentary Awards. No agregador de críticas Rotten Tomatoes, Democracia em Vertigem tem 96% de aprovação entre os críticos mais influentes.

Confira a lista completa de indicados:

Melhor filme

Ford vs Ferrari

O Irlandês

Jojo Rabbit

Coringa

Adoráveis Mulheres

História de um Casamento

1917

Era uma vez em… Hollywood

Parasita

Melhor ator

Joaquin Phoenix, por Coringa

Leonardo DiCaprio, por Era Uma Vez em… Hollywood

Adam Driver, por História de um Casamento

Antonio Banderas, por Dor Glória

Jonathan Pryce, por Dois Papas

Melhor atriz

Renée Zellweger, por Judy: Muito Além do Arco-Íris

Scarlett Johansson, por História de um Casamento

Charlize Theron, por O Escândalo

Cynthia Erivo, por Harriet Saoirse

Ronan, por Adoráveis Mulheres

Melhor direção

Martin Scorsese, por O Irlandês

Todd Phillips, por Coringa

Sam Mendes, por 1917

Quentin Tarantino, por Era uma vez em…Hollywood

Bong Joon Ho, por Parasita

Melhor atriz coadjuvante

Laura Dern, por História de um Casamento

Kathy Bates, por O Caso Richard Jewell

Florence Pugh, por Adoráveis Mulheres

Scarlett Johansson, por Jojo Rabbit

Margot Robbie, por O Escândalo

Melhor ator coadjuvante

Brad Pitt, por Era Uma Vez em… Hollywood

Joe Pesci, por O Irlandês

Al Pacino, por O Irlandês

Tom Hanks, por Um Lindo Dia na Vizinhança

Anthony Hopkins, por Dois Papas

Melhor figurino

O Irlandês

Jojo Rabbit

Coringa

Adoráveis Mulheres

Era uma vez em… Hollywood

Melhor mixagem de som

Ad Astra

Ford vs Ferrari

Coringa

1917

Era Uma Vez… Em Hollwood

Melhor edição de som

1917

Ford vs Ferrari

Coringa

Era Uma Vez… em Hollywood

Star Wars: A Ascensão Skywalker

Melhor trilha-sonora

Coringa

Adoráveis Mulheres

História de Um Casamento

1917

Star Wars: A Ascensão Skywalker

Melhor curta-metragem de animação

Dcera (Daughter)

Hair Love

Kitbull

Memorable

Sister

Melhor curta-metragem

Brotherhood

Nefta Football Club

The Neighbors Window

Saria

A Sister

Melhor documentário

Democracia em Vertigem

For Sama

American Factory

Honeyland

The Cave

Melhor filme estrangeiro

Corpus Christi

Honeyland

Dor e Glória

Parasita

Os Miseráveis

Melhor roteiro original

Entre Facas e Segredos

História de Um Casamento

1917

Era Uma Vez Em… Hollywood

Parasita

Melhor roteiro adaptado

O Irlandês

Jojo Rabbit

Coringa

Adoráveis Mulheres

Dois Papas

Melhor animação

Toy Story 4

Link Perdido

Como Treinar o Seu Dragão 3

I Lost My Body Klaus

Melhor cabelo e maquiagem

O Escândalo

Malévola: Dona do Mal

Coringa

Judy

1917

Melhor efeitos visuais

Vingadores: Ultimato

O Irlandês

Star Wars: A Ascensão Skywalker

O Rei Leão

1917

Melhor fotografia

1917

Era Uma Vez Em… Hollywood

Coringa

O Irlandês

O Farol

Melhor design de produção

1917

Era Uma Vez Em… Hollywood

O Irlandês

Jojo Rabbit

Parasita

Melhor canção original

I Can’t Let You Throw Yourself Away, de Toy Story 4

(I’m Gonna) Love Me Again, de Rocketman

I’m Standing With You, de Breakthrough Into the Unknown, de Frozen 2

Stand Up, de Harriet

Melhor montagem

Ford vs. Ferrari

O Irlandês

Jojo Rabbit

Coringa

Parasita

Melhor documentário de curta-metragem

In the Absence

Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl)

Life Overtakes Me

St. Louis Superman

Walk Run Cha-Cha

Fonte: UOL

1 Comentário

  1. “A história do documentário começa no primeiro mandato do ex-presidente Lula (PT).”

    Se a premiação fosse para a melhor gangue, o melhor ladrão…..ganharia com certeza .

Deixe uma resposta