Definição sobre futuro da greve parcial dos servidores públicos de Blumenau fica para segunda-feira

Foto: Informe Blumenau

Depois de receber, em mesa de negociação, a contraproposta do comando de greve dos servidores públicos de Blumenau, a Prefeitura deve dar a resposta na segunda-feira.

É que o prefeito Mário Hildebrandt (sem partido) e o secretário de Gestão Governamental, Paulo Costa, estão retornando de Brasília e neste feriado devem bater o martelo se acatam a proposta dos servidores – 2% em julho, 2% em setembro e 1,07% em novembro e a reposição integral da inflação no Vale Alimentação já em julho – ou apresentam outra contraproposta.

No dia anterior, a Prefeitura apresentou a primeira proposta depois da deflagração da greve. 1% da reposição na folha de dezembro e 4,07% em janeiro e no Vale Alimentação os 5,07% integrais em julho. Foi rechaçada pela assembleia.

O feriado será para cálculos e conversas.

A definição virá na segunda-feira. Os trabalhadores em greve marcaram 8h em frente a Prefeitura para uma “vigília”. Esperam que a administração proponha uma nova mesa de negociação e apresente uma proposta mais perto dos interesses da categoria, que passa pela reposição total ainda este ano.

Por volta das 20h, a Secretaria de Comunicação da Prefeitura emitiu um comunicado e vai na mesma linha. Lembra as dificuldades de caixa e confirma que tentará a negociação durante o feriadão.

Leia.

Prefeitura de Blumenau analisa proposta do sindicato

Em uma reunião realizada na manhã desta quarta-feira, dia 19, a Comissão Permanente de Negociação Salarial da Prefeitura de Blumenau recebeu do Sindicato dos Servidores Municipais uma contraproposta àquela entregue pela Administração na última terça-feira, dia 18.

No documento, os representantes da categoria sugerem a quitação do INPC dentro do ano de 2019, com possibilidade de parcelamento ou ainda o parcelamento com 2% de reposição no mês de Julho, outros 2% em Setembro e 1,07% em Novembro. Além disso, o Sindicato pede o abono de todos os dias parados, o reajuste integral do Vale Alimentação em Junho e o pagamento das perdas geradas com o parcelamento do INPC 2019.

Já a proposta anterior do poder público oferecia o pagamento de 1% do INPC no mês de Dezembro e o restante, de 4,07% em Janeiro, com reposição integral do Vale Alimentação em julho.

A Administração Municipal segue analisando a proposta do Sindicato e seu impacto financeiro nas contas públicas. Um reajuste integral de 5,07% com pagamento das perdas geradas pelo parcelamento representaria um aumento de cerca de R$ 25 milhões no fluxo de caixa do município até o final deste ano, o que ultrapassaria a margem financeira da Prefeitura.

Desta forma, a Comissão Permanente de Negociação deve voltar a se reunir durante o feriado e no final de semana, buscando avançar os encaminhamentos junto ao Sindicato até a próxima segunda-feira, 24.

Vale ressaltar, que a Prefeitura de Blumenau continua trabalhando para manter os serviços essenciais em funcionamento, evitando que a greve penalize ainda mais a comunidade.

 

 

 

1 Comentário

  1. Será que nesta sexta vai haver assembleias ou reuniões dos grevistas ?

    Ou emendaram o feriado e só fazem greve quando não tem feriado ?

    Com certeza na segunda voltam as ruas , mas hoje não , hoje é dia de passear e emendar o feriado .

Deixe uma resposta