Conversa na Rede debate avanços e dificuldades na pauta LGBT

O mês de junho é emblemático na luta de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros. No dia 28, celebra-se o dia do orgulho LGBT e recentemente o STF decidiu que homofobia é crime.

Esta pauta merece toda visibilidade possível, como todas que lutam contra o preconceito e discriminação. E é o que o Conversa na Rede pretende fazer nesta quarta-feira, 19 horas, ao vivo pelo Facebook e Youtube.

Nossos convidados são Lenilso Silva, suplente de vereador pelo PT, ativista social e liderança no segmento, e a advogada Aline Votri, coordenadora da Comissão de Diversidade Sexual e Gênero da OAB Blumenau.

Saia do armário, este tema é de toda a sociedade.

Assista, participe, comente, pergunte! Faça o programa com a gente.

2 Comentário

  1. Vergonhosamente o STF-Sistema Totalmente Falido, sequer conhece a Constituição!
    Já existe lei pra isso. A Constituição no artigo 5º já protege os gays.
    Art. 5º – “Todos são iguais perante a lei, SEM DISTINÇÃO de qualquer natureza,”

    Porém, a maioria são crimes passionais, gays matando gays, obviamente escondem essa informação!

  2. Quem mais agride e mata o gay é o próprio gay. As duas lésbicas que mataram a menina por ciúmes em PE e a mãe e sua companheira que esquartejaram o próprio filho! são prova disso. Tais pessoas são um perigo para a sociedade.
    Crimes de homofobia ocorrem mas são muitíssimo raros; a ocorrência da cristofobia é bem maior.

Deixe uma resposta