Candidato a deputado estadual devolve recursos do Fundo Partidário

O Informe Blumenau está acompanhando a prestação de contas – ainda parcial – dos candidatos de Blumenau e ao conversar com um deles, Andrey Tomazi, candidato a deputado estadual pelo DEM, ele falou que devolveu os R$ 50 mil enviados pelo partido dele.

” O dinheiro pode ser legal, mas é imoral”, disse, destacando também que não está aceitando material de campanha confeccionado pela sigla.

“Isso me deixa liberado para seguir minhas convicções”, garante, falando que, apesar do DEM fazer parte do guarda-chuva da campanha de Geraldo Alckmin a presidente, votará em Jair Bolsonaro.

O empresário, novato na política, está confiante que conquistará uma das vagas na Assembleia Legislativa. A expectativa do DEM é eleger dois deputados.

4 Comentário

  1. Eu sou bem leigo no assunto, mas se as posições que meu partido executam sao constrangedoras e sao imorais, eu acredito que esteja no partido errado.
    Não tô julgando ninguém, so estou colocando minha opinião.
    Pois é muito do que se ve,” há eu nao aceito isso ou aquilo, mas faco parte
    do projeto,da mesma forma pois se estou num patidop terei que votam emendas e projetos que beneficiam meu partido enfim. É isso

  2. Por isto é que temos que acabar com partidos políticos . Quem quizer ser candidato , pode ser sem ter que se filiar as quadrilhas .

    Se para ser candidato não fosse obrigatório pertencer a um partido , com certeza pessoas do bem , com boa intenção de fazer o melhor seriam candiatos .

    Parido político é quadrilha , mas ainda existem pessoas bem intencionadas , porém obrigados a filiação partidária .

    Se para ser candidato não fosse obrigado a ser filiado , tentaria uma vaga de vereador , aí sim poderia mostrar a população o que é ser um vereador , o executivo teria de andar na linha , pois o meu trabalho seria fiscalizar o executivo até nos centavos e mostrar ao povo quem é quem .
    Não daria saco de cimento ou carga de brita a ninguém , meus assessores seriam pessoas técnicas e faria parceria com profissionais para poder analisar custos de obras e licitações , pois é aí que os vagabundos enriquecem . Seções da câmara a noite , durante o dia trabalho normal,
    assim seria possível colocar ordem nesta bagunça . Podem achar que é sonho , mas visitem a Suécia e vejam que não é sonho , é dignidade .

  3. Pergunta que nao quer calar Becker e Marquinhos tambem vao devolver verba que receberam para campanha como são vereadores deveriam seguir exemplo de Andrey e devolver recursos.

  4. Deveria ter colocado e na minha conta pelo menos 20% disso
    Pois meu trabalho ja não está redendo tanto.

Deixe uma resposta