A última “live” do prefeito Mário

Foto: PMB

Como o Informe Blumenau noticiou em primeira mão nesta quinta-feira, na noite de sexta-feira, 14, aconteceu a última “live” do prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) – na verdade duas, pois houve outra a tarde para falar de medidas de recuperação econômica.

Foram cerca de 110 transmissões ao vivo pelas redes sociais desde o começo, em meados de março, encontros diários, com exceção de alguns finais de semana.

Ele deixa de fazê-las para atender a Legislação Eleitoral, pois a partir deste sábado estamos a três meses da eleição e os últimos agentes públicos que querem concorrer precisam deixar os cargos.  Toda notícia nas redes sociais da Prefeitura e a publicidade institucional está suspensa nos canais oficiais, fora as informações de interesse público.

E no caso de catástrofe, como a que estamos vivendo agora com a pandemia do Coronavírus, o que fará com que a Prefeitura mantenha o sistema de “lives” para informar sobre as ações de pandemia, mas com a apresentação do diretor de imprensa Felipe Rodrigues e com secretários municipais.

Imagino a agonia dele. Quem conhece o prefeito, seu estilo centralizador e perfeccionista, sabe que ele estará desconfortável e fará marcação – ainda – mais cerrada em sua equipe.

Sobre o que penso das lives, já escrevi, leia aqui.

 

1 Comentário

  1. Realmente, o nosso querido prefeito é tão centralizador que até se tranformou em ajudante de transportadora.

    E é tão perfeccionista que não duvido ter ele ensinado os ajudantes da transportadora – colegas de ocasião – a descarregar aquela caminhoneta.

    Me engana que eu gosto!

    Com estas atitudes populistas vai perder a reeleição por apenas um voto: o MEU!

Deixe uma resposta