Semmas orienta população sobre cortes de árvores

Arte: reprodução

Em função das chuvas e ventos durante o período de verão nos fins de tarde, que por vezes ocorrem quedas de galhos e árvores inteiras, os procedimentos de remoção desses resíduos vegetais envolvem elaboração de registro e comunicação aos órgãos ambientais do município.

Por isso, a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) reforça que o tempo de remoção de cada indivíduo arbóreo varia muito e segue critérios de urgência, como porte da árvore, local da queda, influência sobre outros serviços, como queda em rede elétrica, por exemplo, já que envolve acionamento de outra empresa.

A orientação da Semmas à população é para que se atente aos procedimentos em casos de quedas de árvores ou galhos grandes, providenciando foto do exemplar arbóreo ou do galho antes da sua remoção. Isso contribui para comprovar aos órgãos ambientais que a árvore ou o galho caíram devido às chuvas e não por consequência de corte ou poda.

Além disso, é importante informar o local e data da queda, bem como se a queda interrompeu ou afetou outros serviços no prédio ou no entorno, incluindo se a queda obstruiu calçada, via ou estacionamento.

Segundo a Semmas, com esses cuidados, a população poderá acionar o setor municipal de Emergências e Risco, o Bombeiro pelo 193 e a Defesa Civil pelo 199, com o objetivo de intensificar as vistorias no local, buscando desta forma prevenir acidentes e agilizar serviços como poda e corte previamente.

Conforme o secretário da Semmas, André Moura da Cunha, a população precisa estar consciente de quais procedimentos devem ser adotados no caso de necessidade de corte ou poda no período de recesso como nas emergências de chuvas de verão, uma vez que as pessoas não devem cortar as árvores por conta própria e sem avaliação técnica.

“Toda poda ou corte de árvore, seja em área pública ou em área particular, deve ser precedida de uma avaliação com laudo técnico e autorização da Semmas, que sem urgência, deve protocolar após o recesso de férias da administração publica municipal. Em casos emergenciais a população deve entrar em contato com o Corpo de Bombeiros ou a Defesa Civil”, diz.

Caso a população precise do serviço da Semmas para denuncias neste período de recesso, o setor de fiscalização ambiental funcionará durante as férias coletivas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30. Aos finais de semana, em regime de plantão, atendendo somente emergências. O telefone para denúncias é o (47) 99266-9747, com a opção de WhatsApp.

Fonte: Comunicação PMB

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta