Paulo França assume Semospe a partir desta terça-feira (12)

Foto: divulgação

O engenheiro civil Paulo Roberto Tesserolli França é o novo Secretário Executivo do Programa de Mobilidade Sustentável e de Projetos Especiais (Semospe). França assume a nova pasta a partir desta terça-feira, dia 12, no lugar de Edson Brunsfeld, que fica em definitivo à frente da Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra).

De outubro de 2014 a setembro a fevereiro de 2017, França esteve no governo municipal, então como secretário de obras da Prefeitura de Blumenau, quando seguiu para assumir como secretário-adjunto na Secretaria de Estado da Infraestrutura e posteriormente como presidente interino do Deinfra-SC.

Segundo o prefeito Mário Hildebrandt a escolha visa fortalecer o cronograma de obras da cidade e principalmente a busca por novos recursos. “Pelo conhecimento e currículo que tem, Paulo França agregará experiência ao governo ficando como responsável pelas obras do BID e também dos investimentos previstos através do Banco Fonplata”, assegura.

Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Regional de Blumenau (FURB) em 1979, França tem atuações destacadas como Secretário de Estado de Desenvolvimento Regional de 2003 a 2010 e Secretário Adjunto na Secretaria de Estado da Infraestrutura em dois momentos (2011-2012 e 2017-2018), além de Presidente da Eletrosul de 2002 a 2003 e Presidente interino da Deinfra – SC em 2018. Tem contribuições importantes junto à Prefeitura de Blumenau, onde foi diretor de obras de 1980 a 1983 e posteriormente como secretário de obras 1983 a 1988, voltando a assumir esta pasta de 2014 a 2017. Entre junho e setembro de 2014 esteve como Deputado Estadual de Santa Catarina.

2 Comentário

  1. Esse senhor, na história recente de nossa cidade, é o que mais ocupou cargos públicos de livre nomeação. Foi candidato algumas vezes e nunca se elegeu. Ou ele é o que chamamos de uma “mente brilhante” desperdiçada pela iniciativa privada ou tem algum encanto que fascina os políticos que o nomeiam. Sem qualquer juízo de valor.

Deixe uma resposta