Opinião | Ensaio sobre o Dia do Professor: Valorização da Educação em tempos de pandemia

Foto: Getty Images/Reprodução

Nunca as famílias procuraram tanto a escola, questionaram tanto os professores ,através de WhatsApp ou e-mail, sobre as atividades dos filhos, procurando saber do seu desempenho escolar ou de como realizar uma atividade ou ensinar sobre um conteúdo escolar e até estudando para ensiná-los melhor.

Nunca os estudantes, a maioria, tiveram tanta ajuda dos familiares ao seu lado, pesquisando junto, sofrendo junto para realizar as tarefas, os ensinando e, muitas vezes, perdendo a paciência com eles (como nunca aceitaram que um professor a perdesse).

Foi preciso uma pandemia. Foi preciso que milhares de pessoas perdessem suas vidas, que milhões de pessoas perdessem um familiar, um amigo, um conhecido ou que perdessem um desconhecido, para que os olhares dos brasileiros se voltassem para a escola, para que a educação no Brasil fosse mais valorizada.

Nesse ano de campanha política, como professora, peço aos eleitores que olhem com mais atenção as propostas dos candidatos. Falam em valorização? De que forma? Quais os cuidados que tomarão com a Educação em seus municípios para que as escolas continuem a oferecer um ensino cada vez melhor? Sejam melhor aparelhadas? Tenham mais materiais didáticos à disposição dos docentes? Que propostas de salário e valorização irão ser empenhadas para fazer acontecer?

Nesse Dia do Professor não quero flores ou homenagens. Quero reflexão! Pensem, caros amigos, sobre a Educação, sobre os profissionais da Educação que vestiram a camisa e deram o seu melhor para que os estudantes tivessem o melhor ensino possível, neste ano tão atípico e difícil de pandemia.

1 Comentário

Deixe uma resposta