MP abre inquérito para investigar contrato de licitação do transporte coletivo de Blumenau

Foto: Marcelo Martins/PMB

O Ministério Público de Blumenau (MP) transformou o procedimento preparatório em inquérito civil na data do dia 13 de fevereiro, assinado pela Promotora de Justiça designada, Cristina Nakos.

O MP quer investigar possíveis irregularidades no contrato firmado entre a Prefeitura de Blumenau e a Blumob, quando da concessão do serviço de transporte coletivo da cidade, na gestão de Napoleão Bernardes.

O MP notificou a Prefeitura de Blumenau para dar explicações sobre as pinturas dos ônibus, a compra dos 142 veículos e as condições de acessibilidade, e se foi criado algum aditivo no contrato da empresa.

Depois de notificada, a Prefeitura tem 10 dias para se manifestar.

2 Comentário

  1. Impressionante, tanta benesse, garagem do poder ” púbico ” , tarifa não condizente, veículos sem ar condicionado. Em contrapartida engarrafamentos diários de veículos pois adesão ao transporte público é baixa.

  2. Ops transparência e o que o realmente interesa a todos os blumenauense

Deixe uma resposta