Justiça eleitoral suspende mandato de dois vereadores de Joinville por suspeita de “laranjas” na chapa

A situação refere-se a Joinville, mas pode ter repercussão em Blumenau também. Em 1ª instância, a Justiça Eleitoral da maior cidade do estado decidiu cassar dois vereadores por entender que as chapas montadas por seus partidos tinham candidaturas “laranjas”. Nos dois casos,  os partidos – DEM e PSC – são acusados teriam colocados mulheres em suas chapas para cumprirem a cota de 30% de candidaturas femininas, sem que elas fossem efetivamente candidatas.

Este tipo de irregularidade é passível de cassação do mandato, pois o vereador eleito depende da nominata para atingir seu objetivo. No caso de Joinville, os vereadores que podem deixar o Legislativo são Sidney Sabel (DEM) e Osmar Vicente (PSC).

Em Blumenau, pelo menos três ações que correm em segredo de Justiça pleiteiam a mesma coisa, contra as chapas do Republicanos e do PL, que  elegeram respectivamente Egídio Beckhauser e Aílton de Souza, o Ito (PL). Duas destas ações são do Partido Novo, principal interessado por ser o primeiro na fila no caso de mudança na composição, e uma do Ministério Público Eleitoral.

 

1 Comentário

  1. Se comprovado em Blumenau , que sejam tenham os mandatos cassados .

Deixe uma resposta