Governo SC apresenta plano de retomada da economia e muitas atividades voltam na semana que vem

Com uma morte registrada e 149 casos confirmados, o governador Carlos Moisés (PSL) anunciou nesta quinta-feira seu plano de retomada da economia para Santa Catarina. Boa parte dos serviços estarão liberados a partir da semana que vem, alguns com restrição, e sempre com a recomendação de evitar ao máximo a circulação e concentração de pessoas.

Ele detalha a retomada de uma série de atividades a partir da semana que vem

Segunda-feira, 30.

a) agências bancárias, correspondentes bancários, lotéricas e cooperativas de crédito, exclusivamente para atendimento de pessoas que necessitem de serviços bancários presenciais.

Quarta-feira, 01

a) As atividades e os serviços privados não essenciais, a exemplo de academias, shopping centers, bares, restaurantes e comércio em geral;

b) Atividades do setor hoteleiro;

c) Atividades de Construção Civil;

d) Os escritórios de prestação de serviços em geral;

e) Os centros de distribuição e depósitos;

O Governo detalha as regras para o funcionamento destas atividades.

a) limitação de entrada de pessoas em 50% (cinquenta por cento) da capacidade de público do estabelecimento,
podendo este estabelecer regras mais restritivas;

b) controle de acesso e marcação de lugares reservados aos clientes, bem como o controle da área externa do
estabelecimento, respeitadas as boas práticas e a distância mínima de 1,5 m (um metro e cinquenta centímetros) entre cada pessoa.

A partir da quarta-feira, estão totalmente autorizadas seguintes atividades:

a) Os serviços autônomos, domésticos e os prestados por profissionais liberais

Permanecem suspensas as seguintes atividades, pelo prazo de 7 dias, que encerra na quarta-feira:

a) A circulação de veículos de transporte coletivo urbano municipal e intermunicipal de passageiros;
b) A circulação e o ingresso no território catarinense de veículos de transporte interestadual e internacional de
passageiros, público ou privado, bem como veículos de fretamento para o transporte de pessoas.

Aulas, eventos, cultos e missas, espaços com grande aglomeração de pessoas, permanecem proibidos.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta