Advogados vão às urnas nesta quinta-feira num clima parecido com a política tradicional

Foto: OAB SC

Troca de acusações, baixarias, manobras, disseminação de fake news e ações judiciais marcam a eleição na OAB catarinense, que acontece durante toda esta quinta-feira. Cerca de 40 mil advogados estão aptos a participar e o voto é obrigatório para todos regularmente inscritos na Ordem.

Quatro chapas disputam o comando da Seccional. A Chapa 1, liderada por Hélio Brasil, que já havia concorrido há três anos, Chapa 2, com Vivian de Gann, uma dissidência do grupo que comanda a entidade atualmente, a Chapa 3 de Gabriel Kazapi e a Chapa 4, com Claudia Prudêncio, que representa a situação, que tem o atual presidente Rafael Horn candidato a uma vaga no Conselho Federal.

Em Blumenau também houve dissidência, mas sem tanta baixaria durante a campanha. A atual presidente Maria Teresinha Erbs decidiu não concorrer à reeleição – ela é candidata na chapa 4 na disputa da OAB SC – e o atual secretário Marcelo Duran representa o grupo que comanda a Subseção faz bastante tempo, agora com novos aliados, como o advogado Pedro Cascaes Neto. Ele representa a Chapa 2.

A outra chapa é a 1, liderada pelo advogado Rodrigo Soethe.

Além da eleição das diretorias, estão em disputas vagas no Conselho Estadual e nos Conselhos Municipais.

1 Comentário

Deixe uma resposta