Advogados do governador afastado Carlos Moisés pedem que seja marcada data do julgamento

Foto: Mauricio Vieira/Secom

O governador Carlos Moisés (PSL) quer pressa no julgamento do mérito da denúncia contra ele no segundo processo de impeachment, desta feita no caso dos Respiradores, fruto da CPI criada na Assembleia Legislativa. Aproveitando a recente manifestação do MPF e depois do STJ, os advogados de defesa de Moisés querem que o presidente do Tribunal Especial do Julgamento, desembargador Ricardo Roessler, defina a data do julgamento do mérito o quanto antes.

Os advogados também contestam o que consideram curto o prazo de 48 horas dado pelo presidente do Tribunal para que os membros se se manifestem sobre o arquivamento dos documentos pelo STJ , que incluem o relatório da Polícia Federal e do Ministério Público Federal sobre o caso.

Há uma expectativa que a votação definitiva aconteça na última semana de abril ou na primeira de maio, mas ainda sem o anuncio da data.

Carlos Moisés corre contra o tempo. Não quer dar chance para a sucessora ter o tempo necessário para construir uma base de apoio que dificulte sua volta para o Governo.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta