TRE decide que Naatz pode usar propaganda da briga com Brunsfeld

Foto: Odair Silva/Informe Blumenau

O Juiz Wilson Pereira Junior, que estava no plantão do TRE neste sábado, 17, acatou o mandado de segurança impetrado pela campanha de Ivan Naatz (PL) contra a liminar concedida pela juíza Cintia Gonçalves Costi, da 3ª Zona Eleitoral de Blumenau, que retirou um vídeo de uma briga do então vereador Naatz com Édson Brunsfeld, gravado com exclusividade pelo Informe Blumenau. Ela acatou uma ação da campanha de João Paulo Kleinübing (DEM) no dia 13.

Naatz requentou o vídeo de 2015 afirmando que aquela briga teria origem por conta das denúncias que ele fazia contra a Operação Tapete Negro, é claro, relacionando com o nome de Kleinübing, mas também tentando mostrar a proximidade de Mário Hildebrandt, candidato à reeleição pelo Podemos.

É mais um round do embate jurídico entre as duas candidaturas.

4 Comentário

  1. Na política não há amigos, mas, sim, CONSPIRADORES que se unem! (Victor Lasky).

    Brocardo português: zangam-se as comadres, sabem-se as novidades!

    Censura: quanto menos, melhor!

    Poder MODERADOR: idem!

  2. A maioria que foi citada na operação Tapete Negro é candidato a cargo eletivo …será que o povo tem a memória tão curta ?
    Certo o Candidato Naatz , tem que jogar na mídia sim ….

  3. E quem possuir algo contra o candidato Naatz, coloque na mídia … simples assim . O que vale para Zé , vale para José .

Deixe uma resposta