STF retoma hoje julgamento que pode anular sentenças da Lava Jato

STF retoma hoje julgamento que pode anular sentenças da Lava Jato

O Supremo deve terminar nesta quarta-feira, o julgamento da tese que pode anular sentenças da Operação Lava Jato. Na última semana, 6 ministros votaram a favor da tese, formando maioria.

A tese diz que réus delatados devem apresentar as alegações finais depois dos réus delatores. Ou seja, que tenham a possibilidade de defesa de novas acusações.

Devem votar hoje o presidente do Supremo, Dias Toffoli, que já disse ser favorável à tese e o ministro Marco Aurélio Mello.

Caberá a Corte definir em que hipóteses a anulação ocorrerá. Toffoli defende que o processo volte para a última instância.

“Os traidores”

Na madrugada, após a aprovação da reforma da Previdência, os senadores derrubaram a mudança no abono salarial, previsto no texto-base. A equipe econômica de Paulo Guedes precisava reunir 49 votos a favor da alteração, mas a votação ficou 42 a 30.

Treze senadores que votaram a favor da reforma “traíram” o governo e votaram por derrubar a mudança. Os senadores catarinenses, Dario Berger (MDB) e Esperidião Amin (PP), são exemplos. Eles sempre votam alinhados ao governo.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta