Kleinunbing e seu “vai-não vai” para a eleição de 2020 em Blumenau

Foto: Rádio Nereu Ramos

Uma coisa aprendi com o ex-prefeito João Paulo Kleinübing, Presidente Estadual do DEM, que foi entrevistado nesta quinta-feira, 16, no Jornal da Nereu, pelo colega Paulo César da Silva. Nenhum político admite num período pré-eleitoral que não é candidato ao cargo principal – no caso de 2020, a prefeito – e todos garantem que seu partido será protagonista do processo.

É o que Kleinübing está fazendo agora, sinalizando que pode ser candidato, mas independente disso, garantindo que o seu DEM terá candidatura a prefeito de Blumenau em outubro. Foi a primeira resposta dele para o PC.

“O DEM precisa ter candidato na eleição, para se apresentar para a sociedade e defender suas ideias. A grande discussão não são os nomes e sim discutir quais os temas interessam para as pessoas”, falou naquele seu estilo de sair pela tangente nestas entrevistas concedidas durante este processo inicial. Mesmo questionado ao longo da conversa, evitou admitir que é candidato, mas sempre deixando as portas abertas para uma eventual candidatura.

O ex-prefeito entende que o principal desafio para a cidade é a mobilidade urbana. Falou ainda sobre a organização do partido para as eleições municipais deste ano no estado e sobre as pretensões do DEM em Blumenau.

A entrevista completa você confere aqui.

1 Comentário

  1. Na política , tudo é construído com antecedência , o atual prefeito vai concorrer a reeleição.
    Em 2022 abandona o cargo e sai candidato a deputado , seu vice assume e em 2024 , tenta reeleição e em 2026 e repete a mesma jogada . Já se acertaram , já sabem quem será o prefeito , o vice , a maioria dos vereadores . Fazem que nada sabem , enrolam daqui, dali , mas os acordos
    já foram selados .
    Política no Brasil não é política , é politicagem .

Deixe uma resposta