O desabafo de um peemedebista histórico

Foto: rádio Nereu Ramos

Luiz Carlos Maia, gerente regional da Cidasc, é um filiado histórico do PMDB. Está há 35 anos na sigla. Não é pré-candidato a nada nesta eleição, mas lutou bastante para que a sigla tivesse candidatura própria em  Blumenau, assim como muitos outros.

E assim como muitos outros, Maia está perplexo com o anúncio de que o partido fará parte do arco de alianças do projeto de reeleição de Napoleão Bernardes (PSDB), desconsiderando toda movimentação interna pela candidatura de Marcelo Lanzarin.

Mandou para o Informe Blumenau um desabafo, em forma de texto, que reproduzo na íntegra.

Foto: rádio Nereu Ramos
Foto: rádio Nereu Ramos

” A sociedade brasileira está cansada de tantos episódios negativos, escândalos, corrupção, conchavos, posturas não condizentes com a ética e a moral, ausência de princípios e valores de vida, tudo isto culminando com as grandes mobilizações nacionais onde milhares de brasileiros estiveram nas ruas manifestando suas revoltas e indignação com a situação exposta.  O sentimento que ficou foi o de Chega de apatia e Vamos a luta.

A sede do povo pela moralidades pública e pelo cultivo dos valores e princípios da ética na política ficaram mais do que transparente em todos os movimentos populares. Urge oportunizarmos o poder a novas lideranças e substituir as testadas e não comprovadas que frustaram as expectativas da população.

A sede é por mudança e realizações e não por belas palavras e simpatia. Urge de novas lideranças preparadas para gerir com austeridade e transparência. Homens além de bem intencionados. De bons costumes.

Alicerçado nestas afirmações e dentro da visão de renovação partidária do nosso PMDB,  defendo a posição de mantermos a candidatura própria ao nobre função de Prefeito de minha querida Blumenau juntamente aos valorosos pré candidatos a vereador. Nossa incansável luta continuará enquanto existir esperança movida por princípios e valores éticos e morais.

Termina com uma expressão de Rui Barbosa: “toda política se há de inspirar na moral”

1 Comentário

  1. Parabéns Maia.

    Não esqueca:

    Para quem tem ética e moral, prefere morrer em pé do que viver ajoelhado.

    “Quem não luta por seus Direitos não é digno deles.” (Rui Barbosa)

Deixe uma resposta