Indicação para o Procon de Blumenau passa pela Câmara de Vereadores?

Tem gente que torcerá o nariz com esta manchete, mas faz parte da política e desde que a escolha siga critérios técnicos e de qualificação profissional não vejo problemas.

E como na Câmara Municipal tem dois vereadores com histórico de trabalho em defesa do consumidor e passagens pelo Procon de Blumenau, Cezar Cim e Alexandre Caminha, ambos do PP, se torna ainda mais natural a especulação.

No caso de Cezar Cim, a indicação natural seria o advogado Roberto da Luz, que já passou pelo órgão e é assessor parlamentar do vereador. Mas já apurei que o nome está descartado e assim como qualquer indicação de Cim.

Conversei com Alexandre Caminha rapidamente pelo whats e ele desconversou. “É engraçado que você esteja me perguntando isso”, disse. Mas acho que a indicação passa por ele, que na semana que passou fez  pronunciamentos de defesa da administração municipal.

Apurei de outra fonte que o indicado é uma pessoa que passou pelo Procon e neste caso eu cravaria no advogado Ronaldo Gonçalves. Mas é chute puro.

2 Comentário

  1. Obviamente que será uma pessoa com capacidade técnica , os vereadores vão escolher alguém da mesma forma que as empresas particulares contratam , analisando histórico , capacidade , conhecimento e todas as demais prerrogativas o cargo , não é assim que fazem para a indicação de todos os cargos comissionados ? Ou não ?

    Bom também verificar se o candidato não possui antecedentes criminais , lembram do fiscal da FAEMA ?

Deixe uma resposta