FURB conclui primeiro semestre e adapta atividades para o segundo

Foto: divulgação/FURB
Com a autorização pelo Conselho Estadual de Educação de Santa Catarina (CEE/SC), em 22 de junho, para que até 31 de dezembro de 2020 os estabelecimentos de ensino possam organizar-se em regime especial de atividades escolares não presenciais,  a Universidade Regional de Blumenau (FURB) realiza as últimas atividades para fechamento do primeiro semestre e já está a todo vapor planejando o segundo semestre letivo. As matrículas para os interessados em estudar na Universidade já estão abertas.
A adaptação da sala de aula presencial às aulas síncronas, mediadas por tecnologias, imediatamente após o início da quarentena imposta pela Covid-19, em março e a autorização para a realização de atividades práticas e acesso aos laboratórios de ensino liberados em 8 de junho, garantiu que mais de 95% das turmas dos cursos de graduação da FURB consigam concluir o primeiro semestre dentro do prazo que não envolve calendário extra.
O último dia de aulas teóricas do semestre é 11 de julho, já a reposição das atividades práticas ocorre entre 13 de julho e 15 de agosto. As matrículas dos veteranos para o segundo semestre ficam abertas de 16 de julho até 11 de setembro e as aulas do segundo semestre iniciam no dia 17 de agosto. Entre 13 de julho e 1º de agosto ocorrem as disciplinas em regime concentrado.
Alunos novos
As matrículas para novos alunos por histórico escolar (independentemente do ano de conclusão do ensino médio), Enem ou por transferências e reingresso, para diplomados e pelo FURB Plus podem ser feitas até 28 de agosto.  As informações estão em furb.br/ingressar
Redimensionamento
Para reforçar e atender aos protocolos de biossegurança, necessários em razão da Covid-19, a gestão da Universidade de Blumenau executa várias medidas. A capacidade dos espaços de ensino está sendo redimensionada, observando o distanciamento entre os estudantes. Os ambientes estão sendo equipados para que aulas presenciais sejam transmitidas por streaming, em tempo real, pensando nos alunos que não podem se deslocar até o campus.
“Hoje, trabalhamos na perspectiva do retorno das aulas presenciais em agosto, mas, sabemos que não será como antes e que muitos não poderão vir até a FURB, ou porque convivem com quem é do grupo de risco da Covid, ou porque as crianças estão sem escola, entre outras razões ligadas à pandemia, então, estamos nos preparando para isso”, destaca o professor Romeu Hausmann, pró-reitor de ensino de graduação, ensino médio e profissionalizante. Futuramente, acredita ele, assistir aulas de casa pode ser uma opção do estudante.
Outra frente em que a gestão da FURB tem atuado de olho no futuro é para flexibilizar o edital do Artigo 170, do Governo do Estado, que apesar de dispor de mais recursos aos estudantes, retirou das universidades a possibilidade de distribuição das bolsas. “Agora, com o cadastro único, a seleção é feita diretamente pelo governo, seguindo um índice estadual”, explica a reitora Marcia Sardá Espindola. Com o mesmo recurso, que hoje é destinado em bolsas de 90 a 100% para 600 alunos, antes a FURB contemplava em torno de 1.500 estudantes.
Na proposta de modificação do edital do Art. 170, a FURB integra um esforço da Associação Catarinense das Fundações Educacionais (ACAFE) junto ao governo de SC.

“Sabemos que o próximo semestre será ainda mais desafiador, mas nossa capacidade de reação já demonstrou que, mais uma vez, a Universidade cumpre o seu papel de contribuir com o desenvolvimento regional, apontando os caminhos, por meio de ensino, da pesquisa e da extensão, para a superação da crise”, afirma a reitora Marcia Sardá Espindola.

Fonte: FURB

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta