“Finalmente, o Estado entendeu o erro”, destaca deputado Hobus sobre recuo do Governo no ICMs de frangos e suínos.

FOTO: Rodolfo Espínola/Agência AL

Protagonista no debate contra o aumento de impostos, o deputado estadual Milton Hobus (PSD) afirma que o recuo do governo no setor de carnes é uma vitória para produtores e consumidores. Segundo ele, a Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) mostrou mais uma vez a sua força ao insistir no diálogo para evitar prejuízos aos catarinenses.

Após debates e várias reuniões intermediadas pelos parlamentares, o Estado divulgou, na quarta-feira, que voltou atrás e manteve em 7% a alíquota de ICMS para proteínas de frango e suíno produzidas e vendidas dentro de SC. Em agosto, o governo havia passado para 12%, causando aumento no preço dos produtos nos supermercados.

“A Assembleia fez justiça tributária. Junto com o nosso presidente, deputado Júlio Garcia, fizemos várias reuniões entre entidades, produtores e o governo para chegarmos a uma solução. Finalmente, o Estado entendeu o erro”, destaca Hobus.

SC é o maior exportador de carne de frango do país e o maior produtor de suínos. Com o aumento de 7% para 12%, o negócio de muitos produtores e distribuidores ficaria inviável e o Estado deixaria de ser competitivo.

Hobus destaca ainda que muitos produtos ainda estão com aumento de imposto, por isso o debate deve continuar na Alesc.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta