Esposa e filha de vereador de Blumenau receberam o auxílio emergencial da Covid-19

Foto: Informe Blumenau

Está no Portal Transparência do Governo Federal. A esposa e a filha do vereador Oldemar Becker (DEM) estão entre as beneficiadas do Auxílio Emergencial do Governo Federal para minimizar os impactos da pandemia. Em maio elas receberam R$ 600,00, referente a primeira parcela do benefício.

O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro pago pelo Governo Federal para garantir uma renda mínima aos brasileiros em situação de vulnerabilidade social, durante o período de emergência de saúde pública decorrente do novo coronavírus (Covid-19), previsto na Lei nº 13.982, de 2 de abril de 2020.

O Auxílio prevê o pagamento em três parcelas mensais, no valor de R$ 600,00, para cada pessoa elegível, sendo possível acumular até dois benefícios por família. A mulher solteira e mãe de crianças ou adolescentes de até 18 anos receberá o Auxílio Emergencial em dobro, R$ 1.200,00 mensal, mesmo que haja outra pessoa elegível na família.

O vereador Becker é comerciante do bairro Velha, é dono de uma loja de materiais de construção. O salário de vereador é de pouco mais de R$ 11 mil por mês.

O Informe Blumenau ligou duas vezes para o vereador, deixou uma mensagem na caixa postal e outra no Whatsapp, mas não conseguiu falar com o parlamentar. Não me retornou.

Recebi áudios dele enviado para outro colega, onde diz que a filha é casada, tem um filho, paga aluguel e está desempregada. “Tem todo o direito de receber, é constitucional”, diz o vereador. No áudio Becker não cita a situação da esposa.

PS:  Logo depois da publicação, o vereador Becker entrou em contato, confirmando que sua esposa e filha tiveram acesso ao benefício. Segundo ele as duas estão desempregadas – ele disse que a loja dele estaria fechada – e que tem todo o direito. Falou para investigar os demais vereadores e que a esposa pode até devolver o benefício, mas neste caso ele também não descontaria os 10% do salário que estariam sido destinados para o Coronavírus. 

6 Comentário

  1. Impossível de acreditar…..familia de vereador agindo desta forma e com aval do vereador, imaginem o que não faz as escondidas. E diz que é para investigar os demais vereadores, ou seja , acusou seus pares de agirem da mesma forma.O ministério público vai agir, o presidente da Câmara vai agir, ou vai fechar os olhos de novo.Senhores vereadores, vossas excelências foram apontados pelo vereador sem renda .. .defendam-se.

  2. Depois desta, será que alguém vai ter coragem de votar nesta pessoa ????

  3. Ele vai fazer de conta q não sabia q pra renda familiar acima de 3135,00 não pode!

  4. Vindo desta pessoa não me surpreende. O que fica difícil entender é como alguém vota em ignorante.

Deixe uma resposta