Entidades promotoras de eventos cobram a liberação do setor em SC

Foto: reprodução

Após meses de espera o setor de eventos está na expectativa da publicação das portarias com os protocolos sanitários para retomada das atividades do setor, que gera 15 mil postos de trabalho e movimenta R$ 1,5 bilhão por ano em Santa Catarina.

Nos últimos 90 dias, entidades como Federação dos Convention Bureau de SC e as Associação Brasileira de Empresas de Eventos (ABEOC/SC), Promotores de Eventos (ABRAPE/SC), SENAC e os Conventions de todo estado trabalharam intensamente para entregar ao Governo do Estado a sugestão dos Protocolos Sanitários para a retomada do setor de eventos, que estão servindo de base para as portarias que devem ser publicadas nos próximos dias.

“Foi um trabalho muito responsável e intenso, com importante apoio do presidente da Santur, Mané Ferrari, onde a saúde das pessoas é o ponto mais importante”, destaca Marco Aurélio Floriani, presidente da Federação dos Convention de Santa Catarina.

Para o presidente do Blumenau e Vale Europeu Convention Bureau, Develon da Rocha, a união das entidades foi um fator de extrema importância na construção do documento apresentado ao governo do estado e também aos governos municipais. “O setor de turismo e eventos foi um dos mais impactados e sabemos como a criação das portarias auxiliarão na retomada”, afirma.

Os documentos foram elaborados para cumprir com rigor todas as medidas necessárias para minimizar os riscos de contaminação pela Covid-19, ao mesmo tempo que irão proporcionar a volta ao trabalho de milhares de trabalhadores que há 180 dias estão sem emprego e renda.

Fonte: Coentro Comunicação

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta