SAMAE de Blumenau abre proposta da Racli nesta sexta-feira

Depois de duas decisões judiciais determinando, conforme o Informe Blumenau trouxe em primeira mão nesta quarta-feira, 13, o SAMAE abrirá nesta sexta-feira, às 9 horas, o envelope com a proposta comercial da Racli, empresa de Criciúma.

Assim como a TOS, a Racli foi desclassificada do edital de licitação da coleta de lixo pela Comissão da autarquia e garantiu a participação via liminar. A diferença é que a Racli entrou na Justiça depois de abertas as propostas comerciais, portanto, sabia quanto cada uma das “habilitadas” havia oferecido. Em tese, não iria ingressar na Justiça se tivesse uma proposta maior que as já conhecidas.

Cleverton João Batista, que está na presidência do SAMAE (o titular, Alexandro Fernandes, está afastado temporariamente por licença médica) disse que a autarquia vai cumprir a decisão judicial de abrir o envelope , mas o processo permanecerá suspenso.

“A Comissão de Licitação do SAMAE entendeu que as duas empresas – TOS e Racli – não apresentaram os documentos que comprovassem a capacidade técnica para executar o serviço. Não adianta ter o menor preço, se não tem condições de executar”, afirmou, dizendo que vão esperar o julgamento do mérito das duas ações.

Com relação a Racli, Cleverton diz que ela foi desabilitada nos três quesitos da licitação: containers, coleta seletiva de lixo e coleta de resíduos comuns.

A TOS apresentou até o momento a proposta mais barata, seguido da Sanepav, que realiza o serviço atualmente de forma emergencial.  Se a Racli está insistindo para participar do processo, deve ter um preço melhor que as duas.

Saberemos nesta sexta-feira pela manhã.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta