Deputados de Blumenau endurecem criticas ao governador Moisés

Pela primeira vez nesta Legislatura, os deputados estaduais com domicílio eleitoral em Blumenau falam a mesma sintonia nos discursos. E é com críticas ao governador Carlos Moisés (PSL), por ter estendido a quarentena em Santa Catarina para várias atividades.

Até o mais fiel ao governador, deputado estadual Ricardo Alba (PSL), tem posicionado-se contrário as posturas adotadas pelo Governo. Nesta terça-feira, em mais uma sessão virtual da Assembleia Legislativa, promete apresentar uma moção pedindo a reabertura  imediata de restaurantes, bares e similares e também de academias esportivas, “para evitar a quebradeira geral”. A moção de Alba pede também a retomada de cultos e missas.

O deputado Ismael dos Santos (PSD) gravou neste fim de semana novo vídeo, cobrando transparência nas informações e diálogo: “Precisamos saber os dados técnicos que embasam as decisões tomadas”, lembrando a notícia que SC é um dos estados menos transparentes e citando a proibição do funcionamento do transporte coletivo, do shoppings e das Igrejas para receber seus fiéis.

“Recursos existem, falta gestão de crise por parte do Governador”, diz o deputado estadual Ivan Naatz (PL), lembrando os recursos disponibilizados pelos demais Poderes em SC, como Assembleia, Justiça e TCE. Diz que Carlos Moisés permanece “aquartelado” na Casa D’Agronômica, sem conversar com prefeitos e demais lideranças.

3 Comentário

  1. Imagino que seria interessante ouvir a opinião das entidades representativas dos médicos e outros profissionais de saúde sobre o tema.

  2. Concordado plenamente. Mais do que nunca a opinião de profissionais da área da saúde é essencial. E não o oportunismo de politiqueiros que querem se aproveitar no momento, e ainda mais de momentos de ordem eleitoral.

Deixe uma resposta