Cresce a adesão à greve dos servidores públicos de Blumenau, que entra na terceira semana

Foto: PMB

A mobilização dos servidores públicos de Blumenau começou no dia 4 e entrará no sua terceira semana a partir desta terça-feira, com mais serviços parados.

Dois CEIs fecharam as portas – CEI João Bertoldo Petry e o CEI Paulo Freire. Outras 26 unidades de educação atenderam parcialmente. Na Saúde, 27 ESFs ficaram fechados e outros oito com atendimento parcial.

Números bem superiores aos de quinta-feira passada (a sexta-feira não conta, pois havia uma manifestação nacional contra a Reforma da Previdência), quando um CEI estava fechado e 11 ESFs.

Na segunda-feira passada, 10, era também um CEI e 10 ESFs parados por conta do movimento paredista.

A informação dada pelo Informe Blumenau, que haveria uma conversa de bastidores para tentar uma saída para a greve, desagradou os dois lados. Entendo, mas confesso que não vejo anormalidade, pois assim que funcionam negociações entre patrões e trabalhadores.

Apesar dos desmentidos e de um passo atrás, mantenho a informação, confirmada por fontes ligadas as duas partes.

Em uma semana com feriadão pela frente, é possível que a greve parcial se estenda um pouco além.

2 Comentário

  1. Com o feriado desta semana a adesão a greve deve aumentar , muitos querem ir viajar e passear . Será que o Sindicato vai continuar a greve no feriado ou só fazem barulho em dias úteis ?

    Não esta contente com o salário, pede demissão e de lugar a quem queira trabalhar . Salvo os professores , estes sim , merecem ganhar no mínimo o dobro de um vereador , e o salário de vereador deveria baixar para 1.500,00 .

  2. Professor merece respeito , deveriam ganhar no mínimo 20 mil mês , desde que não sejam partidários .

Deixe uma resposta