CDL Blumenau sai na frente e lança campanha pelo voto consciente

Enquanto boa parte das entidades empresariais de Blumenau se preocupa em minar os vereadores e campanhas de interesse duvidoso, a CDL Blumenau sai na frente e trabalha o que é realmente importante. A consciência do eleitor para a importância deste momento que o Brasil vive.

É a campanha Voto Consciente, com o mote, o “Brasil tem jeito”

O presidente da CDL Blumenau, Helio Roncaglio, explica que a campanha surgiu de, principalmente, duas observações: o desinteresse das pessoas pela política e que com isso deixam de votar e a circulação de boatos, que confundem o eleitor. “Não podemos permitir que isso aconteça e apostamos na força da representatividade da nossa entidade para contribuir nesse importante processo democrático”, afirma Roncaglio.

A campanha é composta por outdoor, spot em rádios e diversos materiais digitais para atingir um grande público nas redes sociais. As peças publicitárias citam, por exemplo, como a segurança, a educação e a saúde podem ser melhores se a pessoa votar consciente, além de trazer informações sobre o que pode ou não no processo eleitoral e esclarecer mitos como a respeito do voto em branco e voto nulo. A campanha também chama a atenção para a importância de verificar se a informação é verdadeira ou falsa.

“Também fazemos um apelo para que as pessoas se informem sobre o passado dos candidatos e analisem as propostas de cada um para todas as áreas. Não podemos nos deixar enganar com promessas que não poderão ser cumpridas e servem apenas para ganhar votos”, ressalta o presidente da CDL Blumenau.

Até o início de outubro, a CDL Blumenau divulgará várias informações a respeito do processo eleitoral, inclusive sobre a função de cada político, e realizará ações, como palestras, para debater o assunto, desta forma conscientizando e preparando o eleitor. A entidade também irá auxiliar no combate das informações falsas e trará as demandas do varejo.

Olha, está de parabéns a Câmara de Dirigentes Lojistas de Blumenau. Não é só criticando, colocando todo mundo na mesma vala que vamos construir o país que precisamos.

 

1 Comentário

Deixe uma resposta