Bolsonaro, Trump e a Venezuela, Enem sem ideologia de gênero e mais

Encontro entre Bolsonaro e Trump preocupa a Venezuela

A cúpula do governo Maduro teme uma mudança de posição e uma intervenção militar conjunta entre Estados Unidos e Brasil, depois do encontro entre os presidentes.

Aos jornalistas, após o encontro, Trump disse que “falava pelos dois países” ao se referir que “todas as opções continuam sobre a mesa”.

Bolsonaro também foi questionado sobre o uso de armas no país vizinho, ele não descartou a opção: “Tem certas questões que, se você divulgar, deixam de ser estratégicas”.

Enem sem ideologia de gênero

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) nomeou na quarta-feira (20) uma comissão para fazer uma avaliação ideológica das questões do Enem.

A criação da comissão tem como principal objetivo expurgar itens que abordem a “ideologia de gênero”.

O termo nunca foi usado por educadores.

Um dos mitos do atual governo!

Gilmar será convocado

Protocolada ontem (19), a CPI da Toga deve ser enterrada pelo presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM). Mas isso não é problema, pois o senador da Rede, Randolfe Rodrigues já tem um requerimento pronto para convocar o ministro do STF GIlmar Mendes, que é citado em 5 dos 13 fatos do pedido de criação da CPI.

Mudanças na legislação penal

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), criou um grupo para analisar e debates mudanças na legislação penal. Farão parte do grupo: Carla Zambelli (PSL), Paulo Teixeira (PT) e Marcelo Freixo (PSOL). Além do relator, o deputado Capitão Augusto (PR).

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta