Assembleia Legislativa volta a debater autorização para “puxada” de cavalos

Foto: Internet

Proibida desde outubro de 2015 em Santa Catarina, por conta de um projeto de lei da então deputada Ana Paula Lima (PT), a puxada de cavalos pode ser novamente liberada em Santa Catarina. Pelo menos é a intenção do deputado Rodrigo Minotto (PDT), que quer autorizar a realização com cavalos da raça Percheron. Esses animais, de origem francesa, são uma típica raça de cavalo de tração.

O projeto tramita na Comissão de Constituição e Justiça  e teve sua admissibilidade aceita pelo relator Maurício Eskudlark (PR). No relatório, ele escreve que “…ainda que a competição seja de gosto duvidoso, discutível e completamente inaceitável, sob a moderna ótica ambiental, o fato é que se averiguou pelo Ministério Público Estadual não há prática de crimes de maus tratos, dada a ausência consistente e deliberada de maltratar os animais…”

Na defesa do projeto, Rodrigo Minotto apresentou um abaixo assinado promovido pela Associação Cultural Germânica Country de Esportes e Eventos, com cerca de 900 assinaturas. A associação é de Pomerode, cidade onde a prática era, até pouco tempo, muito comum.

Apesar do voto favorável do relator, o projeto ainda não passou pela CCJ, pois o deputado Fabiano da Luz (PT), pediu vistas.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta