A AGIR quer mesmo que a sociedade participe do debate sobre o transporte coletivo de Blumenau?

Para que tenhamos uma efetiva participação popular é preciso comunicar-se de forma clara e transparente, de forma que todos entendam e não somente os técnicos envolvidos.

Desde semana passada está no site da AGIR o chamamento para a audiência pública para “análise e avaliação da aplicabilidade das propostas apresentadas no Relatório n° 001/2018, que é parte interagente da Nota Técnica nº 001/2018, que direciona para a Revisão Tarifária Extraordinária – RTE do Contrato de Concessão nº 042/2017, cujo objeto é a prestação dos serviços de transporte público coletivo no município de Blumenau.”

Para quem achou o texto complicado, tente acessar o site da Agência e descobrir onde ele está.

Pois é. Já foi assim na recente consulta pública, realizada em agosto, que você pode conferir aqui o resultado, onde aparecem muitas reclamações e questionamentos. Lembrando que, a maioria das questões que serão “discutidas” nesta audiência pública já foram implantadas.

Mais uma distorção. Nunca vi implantar, para depois debater. Na verdade, tudo que foi feito até agora foi em benefício da Blumob. Espero que agora pelo menos tenha um impacto na tarifa que beneficie o usuário, lembrando que o reajuste acontece em dezembro.

Mas vamos lá. A audiência pública para apresentar o que já está consumado, acontece no dia 15 de outubro, a tarde, na sede da AMMVI.

2 Comentário

  1. Estas agencias reguladoras são aparelhadas por apadrinhados para fazer caixa 2 , infelizmente é a realidade.

  2. Ir na audiência ?

    A composição da AGIR é de indicações, fazem tudo a favor da Blumob , querem que a população
    esteja ptresente somente para fazer demagogia .

    Porque a AGIR não apoiou a CPI do transporte público em Blumenau ?

    Santinhos do pau oco .

Deixe uma resposta