Um militar na Presidência do Brasil e a primeira viagem internacional de Bolsonaro

O general da reserva do Exército Brasileiro, Hamilton Mourão (PRTB), será o primeiro militar a assumir a Presidência desde 1985, quando João Figueiredo encerrou a Ditadura Militar. Mourão assume 22 dias depois de sua posse como vice de Jair Bolsonaro (PSL), que a partir deste domingo cumpre sua primeira agenda internacional, no Fórum Mundial de Davos, na Suíça.

Tem gente que pode dizer que Bolsonaro é militar. Foi, mas desde 1988 está na reserva, optando pela carreira política.

Mourão não deve ocupar o gabinete presidencial e despachará no seu gabinete, no térreo de um prédio anexo. Apesar do estilo contundente, promete não tomar medidas polêmicas e não deverá assinar decretos, em acordo com Bolsonaro.

Deve permanecer como presidente em exercício até a madrugada da próxima sexta-feira, 25, quando o titular volta da Suíça.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta