Votação da reforma da Previdência em segundo turno deve começar hoje

Embaixada

Em uma entrevista nesta segunda-feira, 5, em Sobradinho na Bahia, o presidente Bolsonaro se irritou ao ser questionado novamente sobre a indicação do seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, para a embaixada brasileira nos Estados Unidos.

“O senhor acha que o seu filho vai conseguir dizer ‘não’ ao governo dos Estados Unidos? Sendo, como o senhor acabou de dizer, amigo do presidente Trump e sua família?”, perguntou a jornalista. Em seguida, Bolsonaro responde irritado e cita os filhos do ex-presidente Lula. “Pior se fosse os filhos de petistas, que diziam ‘sim’ para Cuba e Venezuela o tempo todo, tá ok?”, disse, abandonando a entrevista.

Com informações: Revista Fórum

Indicações

Bolsonaro indicará  nos próximos dias quatro nomes para o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Mas pensando na reforma da Previdência que em breve deve estar no Senado, assim como o seu filho, Eduardo Bolsonaro, que deve passar por um sabatina na Casa para assumir a embaixada nos EUA, o presidente cedeu duas dessas indicações ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM).

O Senado não tem sido um caminho fácil para os projetos do Executivo. Quem sabe agora?

Reforma

Por falar na reforma da Previdência – que ainda está com a Câmara -, a votação do segundo turno deve começar nesta terça-feira, 6. A proposta foi enviada pelo Executivo em fevereiro e aprovada em primeiro turno, por 379 votos a 131, no mês passado.

Resumo do Brasil: Bolsonaro insiste na embaixada para o filho, indicações em prol do governo e o segundo turno da reforma da Previdência.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta