TV Informe: sessão da Câmara de Blumenau é encerrada por falta de quórum

O problema vinha ocorrendo desde a retomada das sessões na Câmara Municipal, que haviam sido suspensas por conta da pandemia. Mas a gota d’água veio na sessão desta terça-feira, 2, que foi suspensa por falta de quórum.

Na parte final da fala do veterano vereador Jens Mantau (PSDB) só haviam quatro parlamentares presentes, quando Almir Vieira (PP), segundo secretário e que presidia a sessão, suspendeu os trabalhos, sem a conclusão de Jens e sem a fala do líder do Governo, Alexandre Matias (PSDB). Além dos três, o outro presente era Sylvio Zimmermann (PSDB).

São necessários cinco vereadores – um terço – para o quórum regimental.

Quando Jens começou sua manifestação, outros dois parlamentares estavam presentes, do bloco de oposição: Professor Gilson (Patriota) e Adriano Pereira (PT), que chegaram a pedir aparte para o Tucano, onde fizeram algumas críticas e deixaram o plenário, obrigando a suspensão dos trabalhos.

Professor Gilson e Adriano fazem parte do pequeno bloco de oposição, que conta ainda com o vereador Bruno Cunha (CID) e Aílton de Souza, o Ito (PL). Eles dizem a ação de hoje foi coordenada para protestar contra alguns dos onze vereadores da base governista, que pouco ficariam na totalidade das sessões.

Desde a retomada das sessões, houve uma deliberação de inversão da pauta das sessões, com a discussão dos requerimentos e projetos no início e na sequência as manifestações dos parlamentares na tribuna. Os parlamentares do PSDB são os últimos a se manifestarem e Alexandre Matias é o último, por ser líder do Governo.

A discussão mostrada no vídeo abaixo parece uma briga entre oposição e situação, mas não é. O debate é sobre vereadores que não ficam na sessão até o final e não respeitam as falas dos colegas.

PS: Este vídeo foi retirado do Facebook do vereador Alexandre Matias.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta