Sindetranscol organiza ato na sede da antiga empresa Glória

Arte: divulgação

O Sindetranscol está programando para esta quinta-feira uma manifestação para cobrar o pagamento das verbas rescisórias e dos direitos trabalhistas dos ex-funcionários das empresas do antigo Consórcio Siga. Será em dois momentos, às 9h e 15h, na Itoupava Norte, no terreno onde funcionava a empresa Nossa Senhora da Glória, a maior do consórcio e com o principal passivo.

Segundo o sindicato, a dívida com os trabalhadores chega a R$ 30 milhões.

O Consórcio Siga deixou de existir em janeiro de 2016, por um canetaço do então prefeito Napoleão Bernardes, depois de inúmeras paralisações da categoria que cobrava o pagamento dos salários no semestre anterior. Na época, a Prefeitura fez um contrato emergencial com a Piracicabana, que absorveu boa parte da mão de obra.

1 Comentário

  1. “O Consórcio Siga deixou de existir em janeiro de 2016, por um canetaço do então prefeito Napoleão Bernardes.”

    A marca desta caneta tinha nome , Piracicabana .

Deixe uma resposta