Roberto da Luz deixa o PDT

Foto: Câmara de Vereadores

Desde que estou em Blumenau sempre vi o Roberto da Luz como a cara do PDT na cidade. Era ele que articulava e buscava o espaço para a sigla nos bastidores, apesar de su pouca densidade eleitoral.

Nesta segunda-feira, 08, ele pediu desfiliação da sigla, onde militou durante 30 anos, sendo o último presidente municipal, cargo que ocupou por diversas oportunidades.

Ele não quis atender meu telefonema nesta segunda-feira, mas confirmou seu afastamento via Whatsapp. Disse que estava na hora de buscar novos ares.

Faz alguns dias, reclamou da ingerência estadual, leia-se as alas dos deputados Rodrigo Minotto e Paulinha, que disputam a liderança do partido. Estava em rota de colisão com a nova configuração da sigla no plano estadual, mas também local, pois sua ida para o gabinete do vereador Cezar Cim (PP) não foi bem aceita pelos colegas de Blumenau.

O PDT tem sido um partido muito cobiçado por algumas lideranças do campo centro-esquerda, como o vereador Bruno Cunha (PSB), o ex-reitor da FURB, João Natel e o advogado Marco Antonio André, que reconhecem na legenda um espaço importante para pautas mais progressistas.

1 Comentário

Deixe uma resposta