Qual será o impacto do fortalecimento do DEM nacional em SC?

Com a presidência do Senado e da Câmara dos Deputados, aliado do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o DEM começa 2019 com protagonismo político no cenário nacional e deve ganhar musculatura nos próximos tempos.

Já se reforçou no começo de 2018, com uma filiação em massa, entre eles do agora ex-deputado federal e ex-prefeito João  Paulo Kleinubing.

Kleinübing ficou sem mandato, depois de participar como vice na chapa de Gelson Merisio (PSD), mas parece que estava no lugar certo na hora certa. Tem tudo para ser o comandante do partido que deve ser o destino de muitos políticos em breve, ou, com algum atraso, na janela partidária de 2020.

O DEM hoje em SC é constituído basicamente por lideranças de Blumenau, como Paulo Gouvea Costa e os vereadores Marcos da Rosa e Oldemar Becker.

PS: A foto que ilustra esta postagem foi da assinatura protocolar da filiação de Kleinübing na capital, em 2018

Muito fala que, por conta da legislação eleitoral, alguns partidos vão se fundir e o DEM passa a contar com um ímã importante para atrair interessados.

Como por exemplo, Mário Hildebrandt e o grupo que estava no PSB. Ou não?Deixando claro que isso é só especulação!

Agora, que o Democratas passa a ser protagonista no cenário político nacional, não há dúvida. Com reflexos importantes na política de Santa Catarina.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta