Pré-candidato à Presidência do Senado, Renan agora é bolsonarista

Renan

A Polícia Federal tem se mobilizado para avançar em investigações sobre Renan Calheiros, que disputará a presidência do Senado no próximo dia 1º de fevereiro.

No último dia 4, a PF pediu ao STF, que está em recesso, mais prazo para analisar e-mails, mensagens e planilhas apreendidas na Odebrecht para conseguir provar suposto pagamento de R$ 5 milhões a Renan e Romero Jucá.

O valor teria sido repassado em espécie em 2014, em troca de benefícios fiscais inseridos em medida provisória aprovada naquele ano.

Na semana passada, a PF enviou à Corte o andamento de outra investigação sobre Renan, ligada a supostos desvios no Postalis, fundo de pensão dos Correios.

Renan 2

Pré-candidato a presidente do Senado, Renan Calheiros (MDB-AL) afirmou ao blog da Andréia Sadi que ajudará o governo Jair Bolsonaro a aprovar a proposta de reforma da Previdência Social.

“Se eu for [eleito presidente do Senado], eu quero ajudar. Já conversei com [o ministro da Economia] Paulo Guedes, uma noite inteira, e falei que quero ajudar na aprovação da reforma da Previdência. Combinei de, quando eu voltar a Brasília, na outra semana, voltarmos a falar”, afirmou.

Segundo Renan, ainda não está definido que o MDB terá candidato a presidente da Casa. A definição, acrescentou, só deve sair no dia 1º de fevereiro. Além do nome dele, também aparecem os de Simone Tebet (MS) e de Eduardo Braga (AM).

Renan, agora Bolsonarista!

EBC

Alexandre Garcia, ex-Globo, está cotado para assumir a EBC, mas não deve aceitar o convite. Bolsonaro prometeu fechar a “TV do Lula”. Melhor que criar a “TV Bolsonaro”.

CNN Brasil

Rubens Menin, empreiteiro do Minha Casa Minha Vida, quer estrear a CNN Brasil antes do fim do ano.

Ele disse ao Valor que serão contratadas 800 pessoas, 400 das quais jornalistas. Ele disse também que a emissora não terá “nenhuma relação com o governo, e sim com o Brasil”.

Ainda sobre Battisti

Os agentes italianos rastreiam os últimos contatos de Cesare Battisti.

A imprensa cita os nomes de Eduardo Suplicy e Magno de Carvalho, sindicalista da CUT.

O que se sabe é que ele chegou a Santa Cruz de la Sierra em 16 de novembro, mas o sinal de seu telefone celular só foi captado com certeza em 4 de janeiro, delimitando a área em que ele se encontrava.

Trump e Bolsonaro

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mencionou em discurso nesta segunda-feira (14) a comparação feita entre ele e o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

O norte-americano ainda brincou: “E ele [Bolsonaro] está feliz [com a comparação]. Se não estivesse, eu não gostaria do país, mas eu gosto”. A declaração arrancou risos e aplausos da plateia.

A brincadeira foi feita durante um evento em Nova Orleans com fazendeiros e agropecuaristas dos Estados Unidos, em que Trump falou sobre o aumento na exportação norte-americanas.

Congresso

Anunciado como novo líder do governo na Câmara, o deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO) afirmou que o presidente Jair Bolsonaro quer mudar a forma como o Palácio do Planalto e o Congresso se relacionam, informa o repórter Nilson Klava, da GloboNews.

Como líder, caberá ao deputado articular com as bancadas aliadas a votação de projetos de interesse do governo. Segundo Vitor Hugo, os partidos não serão “abandonados” pelo Planalto nas conversas.

“O presidente quer mudar a relação entre Legislativo e Executivo. A construção da nova forma de relacionamento é um desafio para todo mundo”, afirmou o deputado.

“Não vamos abandonar os partidos. Vai ser uma articulação por meio de partido, bancadas temáticas e bancadas regionais”, acrescentou.

Apesar de estar no primeiro mandato parlamentar, o deputado trabalha na Câmara desde 2015 como consultor legislativo.

Com informações: G1, O Antagonista e GloboNews.

1 Comentário

  1. Renan , este faz igual jangada , vai para o lado que o vento sopra , e tem gente que acredita .

Deixe uma resposta