PF vai investigar depoimento de porteiro do condomínio de Bolsonaro

Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo

Ontem, 6, a Polícia Federal (PF) no Rio de Janeiro abriu um inquérito para investigar o depoimento do porteiro do condomínio, que citou o presidente Bolsonaro no Caso Marielle.

O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF) e vai apurar se o porteiro mentiu em seu depoimento. A investigação vai apurar os crimes de obstrução de Justiça, falso testemunho e denunciação caluniosa.

O Jornal Nacional, da TV Globo, noticiou que o porteiro informou em depoimento que no dia do crime, Élcio Queiroz, um dos suspeitos do assassinato de Marielle e Anderson, anunciou que iria à casa de número 58 do condomínio Vivendas da Barra, residência do presidente Bolsonaro.

Ainda segundo o porteiro, ele teria interfonado para a casa do então deputado federal e “Seu Jair” havia autorizado a entrada do visitante.

Conforme a própria reportagem do Jornal Nacional, os registros de presença da Câmara demonstram que naquele dia o então deputado estava em Brasília.

Para o MP-RJ, o porteiro mentiu sobre a ligação para a casa da família do presidente.

Após os acontecimentos, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, pediu ao procurador-geral da República, Augusto Aras, a abertura de um inquérito para apurar “todas as circunstâncias” da citação do nome do presidente Bolsonaro.

Em seguida, Aras remeteu o pedido para o MPF-RJ, que pediu a abertura do inquérito à PF. Na mesma decisão, o  procurador-geral arquivou a citação por entender que não havia evidências de crime.

Com informações: Agência Brasil

2 Comentário

  1. O ex-policial militar Élcio Queiroz, acusado pelo assassinato de Marielle Franco, afirmou em depoimento ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) que já foi assessor do PT quando Lindbergh Farias era prefeito de Nova Iguaçu!

    Obviamente essa informação relevante não interessa a rede esgoto!

  2. Ainda vamos nos assustar muito com tudo o que a quadrilha do PT fez e continua fazendo . O que me admira é que tem gente que defende esta quadrilha , PT e sua gangue (Partidos aliados , ou seja , todos que se beneficiaram da era PT) .

    Cadeia com trabalho forçado , seria pouco para esta quadrilha .

Deixe uma resposta