Opinião: o capitão, a cloroquina e algumas questões

Foto: reprodução/Isac Nóbrega/Agência Brasil

Estamos diante de um presidente que de tempos em tempos (pouco tempo) se vê enrolado em alguma obsessão. Um dos mais emblemáticos é o nióbio.

A obsessão da vez é a cloroquina, ou hidroxicloroquina. Um fármaco já aprovado e utilizado em outras doenças e que surgiu como uma alternativa – ainda em estudo – para o tratamento da Covid-19.

Mas de onde vem a certeza da eficácia do medicamento, gritada aos quatro ventos pelo capitão?

Saber de algo que os outros não sabem, pois está acuado pelo conhecimento alheio?

Estar certo e jogar na cara do mundo um “eu avisei”? Um método político? Confusão?

Se distanciar dos números do novo coronavírus no país? Se distanciar do problema econômico?

É um método político? Dar uma “mitada”?

Salvar vidas?

Se for salvar vidas, não deveria ouvir as autoridades de saúde e acompanhar os estudos sobre a cloroquina e outros medicamentos que também estão em análise para o tratamento?

Quem nos dirá se o medicamento é eficaz ou não, será a ciência e somente ela. E a prova da eficácia da cloroquina em nada tem a ver com o distanciamento social. O isolamento é necessário para que a transmissão seja contida ou amenizada e o sistema de saúde não entre em colapso.

Capitão, não existe uma conspiração global da cloroquina!

Neste momento de crise, vamos superar as soluções fáceis e eleitoreiras dos raciocínios pequenos.

7 Comentário

  1. Ô Cara Fernando, vai se instruir, antes de escrever tantas besteiras. sobre Cloroquina/ Presidente da nossa Republica. Esse remédio já esta salvando muitas vidas. Deixa de escrever idiotices.

  2. Marcos, acaso vc é cientista ou somente mais um gado comunista patético??
    Mas refute aí OS CIENTISTAS E MÉDICOS CITADOS na matéria!… Boa sorte??

  3. Marcos, parece q vc é cientista e já refutou as referências científicas e médicas do artigo né!?

  4. Toda notícia que vai contra o corrupto de estimação do Cícero é fake news. Toda notícia falsa que suporte as mentiras do corrupto de estimação do Cícero é “evidência”. Todo mundo que não apoia o corrupto de estimação do Cícero é “comunista”.

  5. Marcos, nem é questão de apoiar esse ou aquele,… presidente ou não, mas sim os FATOS CIENTÍFICOS empíricos comprobatórios nas pesquisas/estudos citados que vc obviamente não aceita da ciência.

    Sendo assim, seu lugar é mesmo num paraíso comunista como Cuba, Venezuela, Vietnã, Laos, Camboja, Coreia Norte…
    Escolha um e boa viagem!?

Deixe uma resposta